A IMPORTÂNCIA DO ÂNGULO EM IMAGENS 3D

 

Uma ambientação de qualidade envolve diferentes características, sendo uma das mais importantes, o ângulo da cena. Dependendo da forma como você posiciona sua câmera, pode haver distorção dos produtos e parte do ambiente.

Na figura abaixo, fica fácil perceber que a altura do observador influencia nas dimensões da linha “y”. Aplicando isso a uma cena comum, dependendo da altura do observador, a linha “y” poderia representar os pés de uma cadeira e dariam a impressão de serem muito maiores do que realmente são, confundindo quem vê a imagem.

Veja o exemplo a seguir. Pelo fato da câmera estar muito acima do produto, temos a falsa impressão de que as laterais da mesa estão num ângulo diferente dos 90 graus.

Observe também nas imagens abaixo como o ângulo errado distorce muito perspectiva do produto. Na primeira, a cama chega a ponto de parecer um beliche de casal. A segunda ainda não está correta, mas já apresenta grande melhoria em relação à primeira.

Às vezes nas homologações dizemos que o ângulo escolhido distorceu o produto e alguns profissionais parecem não compreender como solucionar esse problema.

Para fazer os closes é necessário mudar a lente da câmera dos 25 mm utilizados para a cena geral, para algo em torno de 40 a 50 mm. Lentes maiores deixam os produtos mais bonitos e tiram o efeito barril da imagem.

Confira as imagens abaixo. Em todas elas o ângulo está incorreto, mas veja como uma pequena mudança já muda muito a perspectiva dos produtos, distorcendo-os.

                         tentativa 1                                                       tentativa 2

                         TENTATIVA 1                                                       TENTATIVA 2

Além disso, é importante inserir o observador na cena, na altura padrão de uma pessoa. Criar cenas com a câmera no chão desvaloriza os produtos. Tente, também, posicionar a aresta ou o canto do ambiente de forma mais central na cena, quando for usar uma perspectiva com dois pontos de fuga.

Criar uma cena com um ponto de fuga central e a câmera na altura do observador evita distorção nos produtos e é a forma mais segura para acertar. Porém, tomando os devidos cuidados e observando essas questões, é possível definir outros tipos de ângulos, sem desvalorizar a imagem e os produtos.

Veja abaixo, um bom exemplo de ambiente que não usa o padrão, com ponto de fuga central. Um ângulo bem definido é essencial, sem desvalorizar o ambiente e os produtos nele inseridos.

Na cena a seguir, o posicionamento baixo da câmera desvaloriza os produtos e mal podemos ver a cama e o tapete.

Deu para entender a importância de um bom ângulo na sua cena? Não se esqueça: este é um dos pontos mais importantes na qualidade das imagens!